Entrevista exclusiva com Andressa Urach

Andressa Urach, autora do livro “Desejos da Alma”, lançado na Expo Cristã, nos concedeu uma entrevista no último dia 20, que você confere agora na íntegra.

Você já tinha contado no primeiro livro sua trajetória rumo a essa nova Andressa. O que a levou a escrever este segundo livro?

O primeiro livro “Morri para Viver” falava da velha Andressa, todo o meu passado estava ali, mostrando as escolhas erradas que eu fiz. Depois que me converti ao senhor Jesus, nos atendimentos do grupo Raabe (que presta auxílio a mulheres que já sofreram abuso sexual, violência psicológico e física), o qual eu faço parte, percebi a necessidade de mulheres que não sabiam como perdoar o agressor e nem a si próprias. Presenciei muitas mulheres em relacionamentos abusivos, suportando agressões e mendigando por atenção. Muitas me perguntaram como superei, passei a me valorizar da maneira correta e como fui batizada com o Espírito Santo. Então, um dia, meditando no livro de Salmos que falava sobre Deus ser o anseio da nossa alma, percebi que o ser humano se ilude pensando que esse desejo é saciado com coisas e pessoas. Foi quando a ideia de escrever ‘Desejos da Alma’ surgiu e decidi compartilhar a minha experiência, contando como minha alma só foi preenchida e saciada com a presença do Espírito Santo. Então, o livro Desejos da Alma é voltado para que aqueles que ainda não conhecem o Senhor Jesus possam vir a conhecê-Lo, como também para quem perdeu o primeiro amor e caiu, porque eu cai nesses últimos 4 anos. Eu acabei quase me perdendo por conta da escolha errada na vida sentimental e sei que muitos servos acabaram se afastando de Deus por causa da vida sentimental. Então tenho certeza de que o meu exemplo vai levantar muitas almas caídas e trazer de volta muitas pessoas que estão afastadas pela culpa derivada do pecado que cometeram.

Qual foi o seu pior momento no processo de conversão?

Foi a escolha errada na vida sentimental, porque eu desobedeci a Deus e a desobediência gera consequências ruins. Não tem como dar certo uma pessoa que é nascida de Deus e batizada com o Espírito Santo casar com uma pessoa que ainda não conhece a Deus. Então, ali começou a minha dor e eu quase perdi a minha salvação por causa disso, casei errado e acabei me divorciando. No livro eu relato tudo o que eu fiz de errado e me arrependo, mas não posso mudar o meu passado. Eu posso, a partir daqui, fazer uma nova história e tenho certeza de que o meu exemplo vai ajudar muitas pessoas.

Estamos no último dia de feira, qual o seu saldo destes 4 dias?

Fiquei muito feliz, porque tenho certeza de que muitas almas foram alcançadas. Eu tive a oportunidade de contar meu testemunhos, fizemos várias palestras e muitas pessoas ouviram sobre a salvação, porque o nosso objetivo é este: salvar almas. A gente não está aqui para vender livros, a gente está aqui para ganhar almas, então eu acredito que muitas delas foram alcançadas, mas se apenas uma for salva já é o suficiente. Todo nosso trabalho durante esses 4 dias valeu a pena. Foi maravilhoso ver o carinho dessas pessoas e saber que vidas estão sendo transformadas é um privilégio, mas eu sei que não sou nada porque quem faz a obra é o Espírito Santo.

 

Entrevista: Aline Santos

Compartilhe